Facebook Forum Insider Instagram Forum Insider

As Maiores polêmicas da Madonna

Vocês conhecem as polêmicas da Madonna? Em comemoração ao aniversário dela, que foi há algumas semanas atrás, viemos aqui te mostrar as maiores polêmicas da rainha do pop.

 

Contexto Geral

 

Madonna nasceu em Bay City, Michigan, em 1958, inclusive ela faz aniversário agora em agosto, dia 16, completando 63 aninhos. Ela se mudou para Nova York em 1978 para ser dançarina contemporânea e acabou se envolvendo com música até que em 1982 assinou com a gravadora “Siren” para já no ano seguinte lançar seu primeiro álbum. E bem resumidamente  foi assim que tudo começou. 

 

Ela sempre foi aquele tipo de artista que ama utilizar sua arte como protesto ou para alfinetar algum valor moral. É óbvio que ter uma opinião muito forte sobre alguma coisa atrai muitos haters e gera várias polêmicas também. Depois de alcançar a fama com seu álbum de estreia, que leva o nome dela mesma, “Madonna”, ela lançou o famoso “Like a Virgin”. Foi aí que Madonna começou a mostrar a que veio, com performances e videoclipes polêmicos e com muitas críticas embutidas neles. Por um lado, apesar de alguns ficarem extremamente abismados com o conteúdo, outros amaram a ousadia e sua base de fãs cresceu ainda mais.

 

Madonna VS Igreja

 

Ao longo da carreira  Madonna não deixou a igreja quieta, vários de seus vídeos e shows utilizavam símbolos religiosos, é uma saga só das tretas dela com a galera da Church. Começando com , “Like a Prayer", que até o papa quis cancelar ela.  Acontece que no videoclipe ela mostra cruzes pegando fogo e outras coisas que deixaram os religiosos bravissimos. Como se não bastasse o vídeo, a performance que ela fez para a música na turnê “Blond Ambition” de 1990 inclui danças muito eróticas que fez com que o Vaticano boicotasse o show em Roma e Madonna acabou cancelando as 2 apresentações que tinha lá. Em Toronto, no Canadá, a polícia ameaçou prender ela, caso fizesse a performance, mas ela fez mesmo assim, falou que preferia cancelar o show do que retirar a cena. No fim não deu em nada, ela não foi fichada e a polícia não achou nada de mais. Mas a raiva da igreja talvez dure até hoje, porque em 2005 o papa proibiu a Madonna de entrar no Vaticano.

 

Outra polêmica que envolveu a igreja foi quando ela fez propaganda para Pepsi, que na época era uma das marcas mais disputadas para se fazer uma campanha. Tanto a propaganda que utilizava a música “Like a Prayer”, quanto o clipe não tinham nada de mais. Mas o Vaticano foi lá tentar boicotar a Pepsi por causa da Madonna, pedindo para que o comercial fosse retirado do ar, o que de fato acabou acontecendo. Mas a essa altura a madonna já havia recebido seu cachê de 5 milhões de dólares, então nem se preocupou com isso. 

 

Em 2006 ela voltou a tocar em assuntos religiosos, quando na turnê de 'The Confessions Tour' ela apareceu crucificada em uma cruz toda feita de espelhos, na performance da música “Live to Tell”. Nas telas que tinham no palco, havia uma contagem, com números de mortos anualmente por AIDS e fome na África. Uma baita de uma crítica.

 

Ela é tão ousada que em 2012, na turnê 'Rebel Heart Tour' ela colocou dançarinas vestidas de freiras dançando pole dance, além disso ela recriou a Santa Ceia numa versão bem sexy e erótica. Essa performance foi criada para a música "Holy Water”, que significa “Água Benta”. O bafafá foi tanto que Madonna foi proibida de realizar essa performance em Singapura, já que lá é proibido subverter imagens religiosas, além disso o show pegou classificação +18 no país.

 

Madonna causando até entre os ativistas

 

Mas ela não irritou só os religiosos, uma vez que ela conseguiu desagradar até os mais liberais. Quando ela lançou “Papa Don’t Preach” em 1986, antes ainda de “Like a Prayer", Madonna abordou na letra a história de uma garota que engravidou sem querer e contrariando seu pai, decide não abortar.  O pessoal da igreja interpretou como promoção do sexo fora do casamento, e o os que defende o aborto viram como uma crítica a causa. A madonna tentou aproveitar os holofotes vindos dos dois lados e justificou que na verdade, é sobre a mulher poder ir contra o poder dos homens sobre elas. 

 

Livro erótico

 

A próxima polêmica da rainha do pop não veio por música, veio por algo aparentemente inofensivo, um livro! Só que um livro cheio de foto da Madonna pelada, usando umas roupas sado masoquista. Sério, gente, o mundo parou, a gravadora tentou avisar que não achava uma boa ideia, mas ela nem ligou. O livro chamado SEX chegou às prateleiras na época do lançamento do álbum "Erótica", e entrou para a lista dos mais vendidos do The New York Times. 

 

Muitos beijos

 

Agora vamos de beijo ao vivo. Nisso ela é boa também. Madonna coleciona vários beijos ao vivo que polemizaram. Durante o VMA de 2003, Britney spears e Christina Aguilera começavam a performance de “Live Virgin” em cima de um bolo Gigantesco no palco vestidas de noivas. e de repente madona surge vestida de noivo e em um momento da música ela dá um beijo na boca das duas!!! A plateia foi ao delírio, com direito a close na cara chocada de Justin Timberlake, ex de Britney! Mas ela não parou por aí não, em 2015 em pleno show de Drake no coachella ela fez uma aparição surpresa e do nada foi lá e me lascou um beijo no Drake. A cara dele foi a melhor, foi uma reação que muita gente achou que era nojo “e Madonna só saiu do palco falando “bitch i'm, madonna”. Ele virou meme, óbvio, e pegou super mal. depois ele teve que fazer um damage control e se pronunciou depois no seu instagram, falando: "Não interpretem mal o meu choque!! Tive a chance de ficar com a rainha Madonna e me sentirei completo para sempre. Obrigado, @madonna". Não sei se a galera comprou muito essa desculpa. Claro que Madonna tinha que alfinetar o Drake, né?!  Em uma publicação do instagram em que ela responde umas perguntas, uma delas era: “Qual conselho você daria pra você mais jovem?''. Madonna dá uma pausa dramática e responde: “Não beije o drake, não importa quantas vezes ele implore pra isso! “

 

Madonna ficou no celular vendo Hamilton?

 

Ela também não é muito boa de se comportar em locais públicos, ao assistir o musical Hamilton, dizem que ela ficou o 2º ato inteiro mexendo no celular. Não existem provas concretas, mas no twitter e instagram rolaram indiretas da galera de Hamilton. O criador da peça, Lin-Manuel Miranda, disse que alguém na plateia parecia ter digitado bastante. Depois ele foi no twitter e escreveu “Essa foi a primeira vez que eu pedi para a organização do evento para não permitir uma celebridade (que estava usando o celular durante todo o ato 2) de ir ao backstage”. Suspeito...

 

Gaga VS Madonna