Facebook Forum Insider Instagram Forum Insider

Resumo - São Paulo Fashion Week N51 (Dia 4)

No sábado, 26 de junho, aconteceu o 4º Dia da São Paulo Fashion Week N51. Com destaque para celebração da cultura Afro-indígena e suas pautas políticas. Além disso, tivemos também referências à comunidade LGBT, como no desfile da LED.

 

Rocio Canvas

A marca Rocio Canvas estreou na São Paulo Fashion Week com o tema “Deslocamento como processo criativo”. Além de beleza as peças também se propõem a serem práticas e funcionais. O estilista Diego Malicheski, aposta em um design assimétrico e minimalista.

 

LED

O Fashion Film da marca LED foi uma verdadeira celebração LGBT e se parece muito com um videoclipe, já que contou com Davi Sabbag, Bibi Caetano, Alice Caymmi e Dani Vieira cantando em 4 momentos diferentes. Os looks foram muito diversificados, abusando nas cores, estampas, tamanhos e texturas. No vídeo vários modelos estão em uma casa, felizes, comemorando juntos, expressando a vontade coletiva de se aglomerar. Um dos modelos destaque presente no desfile foi Sam Porto, falamos um pouco sobre ele na nossa série Modelos do Zodíaco, para assistir é só clicar aqui.

 

TA Studios

A marca TA Studios estreou na São Paulo Fashion Week e faz parte também do projeto Sankofa, criado pelo coletivo de estilistas negros, Pretos na Moda. As roupas são sem gênero e fazem referência aos signos Adinkras que representam a cultura Afro Acã, do Gana. O Fashion Film apresenta danças, cenário colorido e está repleto de simbolismo e significados.

 

Silvério

Silvério foi o próximo desfile e também faz parte do projeto Sankofa. Ele pretende desconstruir a ideia de escuridão como algo negativo. Assim, o estilista utiliza cenário e roupas pretas para compor a coleção. Esse jogo com a cor preta e escuridão faz com que em muitos momentos não seja possível ver a silhueta ou o formato exato da roupa. Isso contribui para trabalhar o conceito pretendido pela marca.

 

Freiheit

A marca Freiheit aproveitou o conceito punk e a inspiração no movimento de arte suprematismo russo. Esse movimento artístico nasce em 1915 quando o pintor Malevich exibe em Moscou um quadro preto sobre um fundo branco. Baseado nesse conceito, a coleção da Freiheit apresenta roupas em composição de preto e branco, além de formas geométricas e caimento reto.  O Fashion Film foi gravado no palacete da Vila Itororó, no centro de São Paulo, aproveitando as formas geométricas do ambiente abandonado.

 

Neriage

Com o Fashion film “Sonar”, a marca Neriage preferiu focar no sentimento e menos nas roupas em si. A estilista Rafaella Caniello disse: "A gente quis falar muito sobre intimidade e sobre como vivemos a liberdade, mesmo dentro da gente". O vídeo traz uma música calma, mostrando o movimento das modelos que estão em contato com a natureza e o íntimo. Muitas peças apresentam plissados, que transmitem bem a ideia de fluidez.

 

Misci

A marca Misci fez um Fashion Film referenciando o Mato Grosso, onde o estilista Airon Martin foi criado. O vídeo conta com caminhão, estrada de terra e música brasileira, tudo isso gravado em São Paulo, próximo a ponte estaiada. Isso porque, segundo o estilista, o desfile “fala também muito sobre o sonho de brasileiros que não são de São Paulo e que vieram para cá atrás disso. O sonho vem de caminhão mesmo."

 

Carol Bassi

Carol Bassi em parceria com Marco Gurgel, criou a coleção para o Fashion film chamado “Um beijo”, que assim como o da marca LED, se assemelha a um videoclipe. O vídeo é uma carta de amor à cidade do Rio de Janeiro e conta com uma modelo andando e cantando pelas ruas da cidade. Os looks são todos vestidos, cada um em uma cor pastel. Eles também contam com diversos babados e tem aspecto leve e solto, que se movimentam com o vento e conforma a modelo anda.

 

Isaac Silva

Com a coleção “Axé Boca da Mata!”, Isaac Silva homenageia a cultura afro-indigena ao mesmo tempo que se manifesta contra a PL 490, que propõe mudanças na demarcação de terras indígenas. Os looks contam com sandálias feitas em parceria com a Havaianas, além de tecidos tradicionais de Moçambique. Com roupas longas e soltas as peças apresentam estampas que remetem a natureza, em cores predominantemente branca, preta e verde.

 

O que acharam do nosso resumo do quarto dia da SPFW N51? Amanhã postaremos o resumo do último dia do evento. Você pode ler um resumo dos outros dia clicando aqui. Nos siga no Instagram e no YouTube para saber mais.

 

comentários


MATÉRIAS RELACIONADAS



VOCÊ PODE GOSTAR DE...